Pesquisa

Euroeste no Brasil

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Euroeste no Brasil

A Euroeste possui um projeto próprio, no interior do Estado brasileiro da Bahia, pronto a ser implementado.

 

A Fazenda Saudável, com uma área aproximada de 4.000 hectares numa extensão de 14 km, situa-se no município da Barra junto à margem sul do rio Grande.

 

Quando a implementação de todas as vertentes do projeto estiver completa, o complexo agroindustrial da Fazenda Saudável deverá constituir uma referência no Estado da Bahia - produzindo milho, soja, fuba, alimentos compostos para animais, suínos e culturas hortícolas - estando prevista a criação de 250 postos de trabalho diretos.

 

1ª Fase:

A 1ª fase do projeto da Fazenda Saudável abrangerá cerca de 800 hectares regados por pivot e uma zona industrial composta por um secador de cereais e silos de armazenamento, com capacidade total para 7.500 toneladas. Com 800 hectares de regadio, duas culturas por ano e atingindo a produção expectável de 12 toneladas de milho e 4 toneladas de soja por hectare, o potencial de produção da 1ª fase do projeto da Fazenda Saudável é de 9.600 toneladas de milho e 3.200 toneladas de soja, anualmente.

 

2ª Fase:

Terminada a implementação da 1ª fase, será possível iniciar a 2ª fase do projeto da Fazenda Saudável, que consiste num projeto de produção de suínos, cujo processo será executado de forma criteriosa, rentabilizando ao máximo os fatores de produção e a tecnologia de topo utilizada. Esta exploração será uma unidade com 1400 porcas, de produção integrada de suínos em ciclo fechado, minimizando os problemas sanitários e otimizando os níveis de produtividade, qualidade e eficiência.

 

Nesta fase, o pólo agroindustrial da Fazenda Saudável será aumentado com a criação de linhas de extrusão de soja, de fabrico de fuba e de produção de rações:

 

  • Extrusão de soja: com capacidade para processar 5.000 toneladas/ano (por turno), permitirá utilizar como matéria-prima para rações cerca de 3.100 toneladas de soja;
  • Fabrico de fuba: com capacidade para processar 5.000 toneladas/ano (por turno), permitirá produzir cerca de 2.600 toneladas de farinha de fuba, por ano, e 1.100 toneladas de glúten utilizado na produção de rações.
  • Produção de rações: com capacidade para processar 10.000 toneladas/ano (por turno), produzirá mais de 11.000 toneladas, anualmente, permitindo alimentar a exploração de suínos de forma autónoma, recorrendo ao exterior apenas para adquirir pré-misturas, vitaminas e minerais complementares.

 

O aumento do pólo agroindustrial possibilitará assegurar a verticalização da produção, criando um sistema integrado que permitirá o desenvolvimento sustentável da Fazenda, potenciando as sinergias entre as diversas atividades.

 

3ª Fase:

Esta fase prevê a instalação de mais 700 hectares de regadio com pivots e a duplicação da capacidade da exploração suinícola, através de uma economia de escala que beneficia da capacidade instalada do secador, extrusora de soja, fábrica de fuba e fábrica de rações, que permitem processar a produção da totalidade da área de regadio.

 

4ª Fase:

A 4ª fase do projeto da Fazenda Saudável consiste na implementação de 100 hectares de culturas hortícolas e frutícolas com sistema de rega gota-a-gota e respetiva central hortícola e frutícola. As possibilidades de produção incluem, entre outros, tomate, pimento, beringela, melão, manga ou uva de mesa.

 

Investimento:

O investimento total estimado para o projeto integrado da Fazenda Saudável, que inclui as 4 fases anteriormente descritas, é de cerca de R$95.000.000.

 

Projeto no Brasil:

 

  • 1.500 ha de regadio para milho e soja;
  • 100 ha de rega gota-a-gota para culturas hortícolas e frutícolas;
  • Unidade de secagem e armazenagem de milho;
  • Fábrica de extrusão de soja e fábrica de rações;
  • Fábrica de fuba;
  • Central hortícola e frutícola;
  • Suinicultura com 1.400 porcas reprodutoras.